Os filtros anti-spam são a barreira mais forte que separa as suas campanhas de email marketing da caixa de entrada dos destinatários.

Chegar ou não chegar essa é a questão. A taxa de entrega (deliveralibity) dos emails na inbox dos destinatários é um aspecto de vital importância e preocupa aos email marketers, muitas vezes não conhecem o que são e como funcionam estes guardões.

Não existem fórmulas mágicas nem maneiras de garantir que as mensagens cumplirão o primeiro objetivo procurado (que cheguem à inbox), mas existem boas práticas e conselhos úteis que podem te ajudar nesta missão e melhorar seu email marketing.

¿Qué partes intervém no processo de envio e recepção do correio eletrônico?

– Email Service Provider (ESP): são plataformas como EnvialoSimple, que oferecem serviços de email marketing e envios de campanhas de correio eletrônico massivo.

– Internet Service Provider (ISP): as empresas que bridam conexão à internet e costumam gerenciar os domínios, hospedagem e contas de correio dos seus clientes.

– Webbased Email Service (WES):  serviços de correio eletrônico com interfaces web, como Gmail, Yahoo Mail e Hotmail.

Quais são os objetivos procurados?

É possível distinguir duas grandes metas.

A) Que suas campanhas cheguem à caixa de entrada dos destinatários.

B) Evitar por todas as vias possíveis que os destinatários qualifiquem seus correios como spam. Leve em conta que com apenas umas reclamações (duas ou três) um ISP pode filtrar suas campanhas.

Filtros anti-spam

¿O que são?

São as diferentes técnicas que utilizam os ISP e WES para tentar evitar que o correio lixo ou não desejado chegue à caixa de entrada. Cada um pode ter um ou vários auditores de spam porque cada um se especializa no análise de diferentes critérios e parâmetros.

Como funcionam?

Os filtros anti-spam se baseiam numa série de algortimos que combinan diversos critérios técnicos e de conteúdos. Em cada falha ou irregularidade encontrada dá-se um peso ou valor relativo, e a somatória da pontuação determinará se um email é considerado ou não como spam.

Os valores não são os mesmos para cada filtro, portanto é provável que um idêntico correio chegue com sucesso à inbox do destinatário e não chegue a outros.

EnvialoSimple possui um sistema muito útil para visualizar e medir a pontuação de um correio antes de ser enviado, denominado «Qualifiacção de spam». Encontra-se no Editor de Conteúdos permitindo ao usuário avaliar e corregir o emial, se for necessário, para conseguir um ótimo resultado.

Calificador de spam de EnvialoSimple

Así analiza el sistema calificador de spam de EnvialoSimple a tus campañas.

Os fatores técnicos

– Listas negras: os filtros armazenam os dados dos endereços de correio eletrônico IP´s e domínios, cujos envios são rejeitados já que não são confiáveis, nestas bases de contatos.

Aconselhamos. Para diminuir as possibilidades de que um endereço IP chegue até uma lista negra, é fundamental ter a aprovação dos destinatários para receber os correios.
Para isto, uma ferramenta muito útil é o formulário double opt-in. Quando o usuário, por exemplo, se inscrever a uma lista através de um formulário web, receberá um email lhe pedindo que confirme a ação. Desta forma, além de não ter retornos, você conseguirá que os destinatários não reclamem, já que deram a confirmação para receber os emails.

– Reputação do servidor:  a escolha de um fornecedor de email marketing como EnvialoSimple, que tenha a melhor infraestrutura e um histórico perfeito, é fundamental e um dos fatores de maior importância.

– Histórico de atividades: os filtros avaliam os antecedentes dos envios a partir de cada remetente e consideram múltiplos dados (como frequência, velocidade e sansões) para estabelecer se o correio é válido ou não.

– Volume e velocidade de envios:  uma campanha enviada para uma base muito grande e a uma grande velocidade pode ser considerada como spam, assim como a quantidade de correios enviados várias vezes a um mesmo domínio ou destinatário.

– Legitimidade dos remetentes: outra coisa importante para fazer a análise rigurosa dos filtros. Esta função serve para verificar que o email tem sido enviado pela pessoa que confirma que é o remetente. Existem três padrões aceitos pela maioria: SenderID, DKIM y SPF. Se utiliza um ou a combinação de vários para confirmar a identidade.

Aconselhamos. Criar um endereço de correio usando como domínio o nome da sua marca ou negócio e, além disso, pedir aos assinantes que incorporem esse mesmo endereço à lista de contatos. Desta forma, os filtros identificarão os envios como válidos.

– Anexo de um arquivo:  a inclusão de arquivos anexados pode prejudicar a qualificação do correio perante os filtros.

– Código HTML: O uso de um código HTML  é valorado e possui uma qualificação muito boa, mas deve ter um desenvolvimento limpo e deve estar bem construido. Evite incluir código malicioso, incorreto ou injustificado.

Os fatores de conteúdos

– Redação: É aconselhável utilizar um critério de redação muito simples, sem utilizar muitas maiúsculas nem muitos signos de pontuação.

– Lista de palavras: Quando no corpo do assunto do email figuram palavras como Free, Grátis, Promoções e Desconto, o filtro pode ser ativado e identificado como não desejado. Evite usar esses termos!

– Equilíbrio entre texto e imagens: a relação entre o texto e as imagens da campanha deve ser equilibrada, ou sempre que seja possível, prefira colocar mais texto. O problema pode ocorrer no caso inverso, por exemplo, se predominam as fotografias e as imagens.

Aproveite as dicas!

Você já tem uma guia completa e atualizada sobre os fatores que deve levar em conta para não ser considerado como um spammer e assim ter sucesso com suas campanhas de email marketing. Você tem alguma dúvida? Se quiser, fale conosco…